Privatização da Amazônia é lamentável, afirma Aziz Ab’Saber

Para o geógrafo, medida trará renda apenas para os intermediadores do comércio dos produtos da floresta com o mercado nacional e estrangeiro

                                            25/09/2007

Juliano Domingues
de São Paulo

A ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, anunciou na segunda-feira (24) numa conferência da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova Iorque, a privatização de áreas da floresta amazônica. A primeira a ser licitada fica na região do Jamari (RO). A unidade possui 220 mil hectares, dos quais 90 mil hectares serão privatizados (leia reportagem).

A ministra defende que a privatização terá como alvo a exploração sustentável da floresta por meio de empresas nacionais e ressaltou que a medida ajudará no combate à grilagem de terras na região. Mas especialistas como o geógrafo Aziz Ab’Saber criticam a medida. “É lamentável que no momento em que o país inteiro faz um movimento para quebrar a privatização absurda da companhia Vale do Rio Doce, alguém lá do Ministério do Meio Ambiente, assessorado por idiotas, resolve fazer uma primeira concessão de áreas florestais para [uso de] particulares”, afirma o pesquisador.

Para ele, a exemplo do que aconteceu com a Vale do Rio Doce, a privatização trará renda apenas para os intermediadores do comércio dos produtos da floresta com o mercado nacional e estrangeiro. Aziz afirmou que o argumento de evitar grilagens é precário e que o Ministério do Meio Ambiente não terá controle sobre a extração de produtos, porque nunca desenvolveu nenhum projeto de exploração sustentável na região.  “Dizer que ao invés de possibilitar grilagens na floresta é melhor fazer uma privatização parcial, significa dizer que o ministério não tem condições de fazer uma fiscalização de áreas florestais mais contínuas. Eles dizem sempre que vão conceder desde que haja uma ocupação auto-sustentada, só que nem eles sabem como fazer uma ocupação auto-sustentada piloto na Amazônia”. (Radioagência NP)

Conteúdo relacionado

Fonte: http://www.brasildefato.com.br/v01/agencia/nacional/privatizacao-da-amazonia-e-lamentavel-afirma-aziz-ab2019saber

Anúncios

1 Comentário

  1. Ingrid Gründig said,

    31 de março de 2008 às 16:35

    Fábio, eu entendo pouco dessas privatizações, mas oq conheço eu acho q foi muito bom para o Brasil certas impresas se privatizarem para o desenvolvimento delas e do Brasil, por exemplo a CEDAE antigamente quando não era privatizada a água era muito mas cara , outra foi a TELERJ que quando não era privatizada um telefone custava muito caro e tds agora podem ter acesso a um telefone.

    professor, num sei se falei o certo mas pelo que entendi acho q dei a minha opnião. ^^

    abraço querido professor /o/


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: