FEMININA ESPERANÇA E FÉ

Segunda-feira, 19 de maio de 2008.

Nunca escrevi sobre minha vida em meu blog. Talvez por não curtir muito esta “bigbrothização” da sociedade, me basta o Orkut, que toma precioso tempo de minha vida

Mas hoje, fiquei muito impactado e chamado pela consciência a partilhar uma experiência. No final da manhã, depois de resolver algumas cositas na casa de minha mãe, resolvi correr os olhos pelo jornal de hoje. Quando abro, logo na página 2 do “O Globo” de hoje, uma grande e comovente foto com dezenas de crianças desabrigadas pelo ciclone Nargis se protegendo da chuva com pratos esperando por comida, em Laputta, Mianmar. O fato desta tragédia seria motivo de tamanha comoção, aliada a postura arbitrária e desumana da junta militar que governa o país de negar assistência internacional às vítimas, amplia a indignação e toma-me de compaixão.

Porém, estas e inúmeras outras questões que envolvem a tragédia deste povo não é a motivação principal de meu escrever. O que me moveu a tal foi a foto em si da página 2. Em particular uma das crianças que nela aparece. No meio de dezenas de crianças que esperam por comida; no meio da dor, desespero, desesperança e tristeza estampada em todos os rostos uma menina olha para a câmera e dá um sorriso singelo, um sorriso que mistura pureza, esperança e contentamento. A expressão de todos os adultos à volta e das crianças são absolutamentenormaispara a situação. Mas a desta menina não. Não é normal, nós humanos, termos contentamento diante da dor, esperança no meio do sofrimento, alegria frente a fome ou das dificuldades que todos nós passamos. A mínima reação, de nósnormais” é expressar na face o sentimento vivido, quando não, e pior, através de atitudes ruins.

Não olhei uma, nem duas, nem três vezes para esta menina. Continuo olhando para ela agora. Seu olhar de alegria e amor me constrange, me confronta, me renova a esperança. E ela, ou Deus através dela, sussurra em meu ouvido e coração: “É preciso que você tenha mais contentamento diante da vida e suas situações. Viva o hoje, o ontem foi e o amanhã não existe. Lembre-se de que todas as coisas e todas as situações cooperam para o seu bem, se você as olha com contentamento, se consegue extrair a sabedoria que o presente te presenteia para seu amadurecimento, crescimento e expansão da sua consciência de quem você realmente é”.

Recordo agora também de minha leitura devocional feita hoje cedinho: o livro de Rute. Em meio a um tempo de injustiças, fome e dor pela morte. Outra mulher que segue como exemplo de encarar as tragédias da vida e, mesmo em meio a dor, optar pelo caminho mais difícil, porém o caminho do amor, da justiça e da paz consigo mesma e com Deus.

“Disse, porém, Rute: Não me instes para que te abandone, e deixe de seguir-te; porque aonde quer que tu fores irei eu, e onde quer que pousares, ali pousarei eu; o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus; Onde quer que morreres morrerei eu, e ali serei sepultada. Faça-me assim o SENHOR, e outro tanto, se outra coisa que não seja a morte me separar de ti.” (Rute 1:16-17)

Obrigado Deus pelo meu dia! Obrigado por esta menina com seu ser em meu ser! Peço que eu possa sentir Jesus caminhando comigo e ouvir sua voz para que a minha vida seja, cada vez mais, espelho de Seu Reino. Dá-me a fidelidade, a perseverança, a luta e o amor expresso em Rute. Livra-me do maligno, que é o desejo da acomodação, da zona de conforto, do egoísmo e do efêmero do que se ou posso ter. Esvazia-me de muita pequenez que ainda carrego, para me encher daquilo que é eterno, que o Senhor pode me dar. Que o amor ao próximo, a busca da justiça, da verdade, da paz, do contentamento, da alegria e da misericórdia seja uma constante crescente em minha existência. Sem isso, perco o sentido e propósito pelo qual o Senhor me criou. Que a sua graça seja comigo, para que eu possa alcançar este alvo. É o que eu acredito, por ser verdade.

Anúncios

11 Comentários

  1. Ailmadir said,

    19 de maio de 2008 às 23:17

    Sua fé renova minhas esperanças… Aprendi que esperança e fé andam juntas.
    Por isso, guarda a imagem dessa menina na mente e, um dia, quando sua fé estiver abalada, recorda esse semblante, recorda esse sorriso e principalmente (essa é a parte mais difícil), recorde esse sentimento que se apossa de você agora. Acredite, essa recordação o salvará da desesperança. Sua fé renascerá de maneira diferente, nova.
    Beijos no seu lindo coração.

  2. Paulo Tavares Mariante said,

    20 de maio de 2008 às 2:36

    Fabio

    Belo texto, emociona e faz pensar.
    Parabéns e um abraço,

    Paulo Mariante

  3. Daniela said,

    20 de maio de 2008 às 12:37

    Nem preciso dizer q chorei… mais uma vez de gratidão.
    Nikos Kazantzaki disse que “quando se crê em Deus, não há cotidiano sem milagres”. Eu creio em Deus e creio nisto. Mas, muitas vezes, nossa percepção não nos permite perceber os grandes milagres principalmente quando eles se expressam nas pequenas ações.
    Vc conseguiu…
    Só posso te desejar q continue buscando, as coisas do alto, pois são as q de fato tem valor e abençoando nossas vidas através desta sensibilidade que retrata as coisas de Deus.
    Seja com Ele pq Ele é contigo!
    Bjs

  4. Denise said,

    20 de maio de 2008 às 15:45

    Fabio, meu querido e doce amigo!
    Você me emociona com sua sensibilidade e coração quebrantado diante desse Deus maravilhoso, ao mesmo tempo que se vê tão pequeno e falho, diante a tarefa de mudar o mundo!
    Te admiro muito!
    Beijo com carinho,
    Denise

  5. Thais Faustino said,

    20 de maio de 2008 às 21:43

    Professor , Não só em sala de aula , Aprendo muito com o senhor e sou muito grata por isso ; Coisas belas e maravilhosas o SENHOR DEUS nos dá … Uma delas colocada de uma forma muito bela em minha vida , é você … Admiro muito sua forma de interpretar as coisas de uma maneira que ninguém mais concegue , isso me faz refletir muito sobre mim principalmente… adorei a ideia de escrever sobre você no blog , assim eu conheço um pouco mais da pessoa maravilhosa que você é … Espero que continue assim , Pois te admiro muito … Desculpa por usar a expressão você . E quero que saiba que não digo isso da boca pra fora , realmente sou sua “fã” ,

    Desculpa por qualquer coisa e Obrigado mesmo por sempre me deixar uma lição que me mostra que todos temos erros e o importante é aprender com eles !

    (Amei esse texto acima ta , mais é que preferi falar sobre essas outras coisas antes )

    Beijinhos dados
    Por :Thais Osório Faustino

  6. Manuela do Monte said,

    31 de maio de 2008 às 18:25

    Texto perfeito ,de leitura muito agradável…
    Agradeço por estar comentando sobre ele,sobre vc ( que surpreende sempre )
    Parabéns por tudo o que vc faz…Muita saúde
    um grande abraço de: Manuela do Monte

  7. Isabela Maria said,

    5 de junho de 2008 às 22:03

    Professor, eu realmente amei esse texto! Ele mostra bem como devemos agir diante das situações que têm acontecido nesse mundo. Nós, que somos servos DE DEUS, temos a certeza de que nada pode nos separar do amor DE DEUS. Graças a DEUS por isso!
    Professor, que DEUS continue te abençoando. Eu te admiro muito, em primeiro lugar porque o senhor é um servo DE DEUS. Que O SENHOR JESUS te ilumine e te sustente todos os dias!
    Fica com DEUS!

    Isabela

  8. Denise dos Anjos said,

    22 de julho de 2008 às 23:08

    Lindo!!!Fabio!!!
    O exemplo que você citou.Reafirmou o que vejo e vivêncio todos os dias nos atendimentos públicos do nosso estado.Muitas vezes pessoas sem esperanças,destroçadas pelo desumanidade dos atendimentos…o descaso…Observando melhor vejo uma pessoa sorrindo,delicada,amenizando o ambiente destrutivo de almas…Graças à DEUS encontro pessoas assim que nem essa menina que vc.relatou.Então…LINDO…DEUS sempre manda a “LUZ” sem ofuscar em qualquer situação destrutiva,depende de nós entendermos a mensagem.Parabéns!!!

  9. Renata said,

    30 de setembro de 2008 às 9:21

    Brilhante!

  10. Mariana Amaro said,

    15 de dezembro de 2008 às 11:00

    Fábio,
    É comovente mesmo!!!
    Veja só: o olhar de Deus sobre nós, é mesmo constrangedor! Sendo nós tão pecadores, Ele nos ama tanto!!!
    Deve arder em nós, o amor pelo nosso próximo, fico feliz em ver em você essa pessoa, que se comove em olhar e vê.
    Fábio, te admiro! E é um dom saber se expressar, comovendo até o leitor.

    Um abraço!

    Mariana Amaro.

  11. Renata Camilo said,

    10 de agosto de 2009 às 22:27

    Olá Fábio!
    Só uma palavra me vem a cabeça EDIFICANTE!
    Assim vc é, um instrumento do Senhor que edifica por vários meios…
    Parabéns por sua portura diante de Deus e da vida!
    Um abraço!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: