Educação continua em greve por culpa da prefeitura de Duque de Caxias

Foto: Fabio Pereira

Em assembléia que reuniu mais de 1.500 profissionais no Clube dos 500, os profissionais das escolas municipais de Duque de Caxias acabam de decidir entrar em greve por tempo indeterminado a partir desta terça-feira (17/5). Hoje foi completado o prazo da greve de 72 horas, iniciada na quinta-feira (dia 12 de maio) com objetivo de advertir o governo municipal de que as escolas poderiam parar de vez, caso o prefeito José Camilo Zito não apresentasse uma contraproposta satisfatória.
Veja o vídeo com a categoria decidindo por unanimidade a continuidade da greve:

Como o governo municipal apresentou uma proposta de reajuste salarial rebaixada para a categoria, os professores das 176 escolas municipais resolveram votar pela entrada em greve por tempo indeterminado até que a prefeitura apresente uma nova contraproposta para os seis mil professores, responsáveis pelo atendimento de 120 mil alunos do ensino fundamental de Duque de Caxias.

Os profissionais de educação das escolas municipais de Caxias reivindicam reajuste salarial 10% e incorporação imediata de 50% da gratificação do FUNDEB. Eles também denunciam as péssimas condições de trabalho na rede municipal, falta de materiais didáticos e problemas estruturais das escolas e exigem que o governo apresente um calendário de reformas das unidades, uma vez que algumas delas estão em situação crítica, colocando em risco a integridade física dos alunos e profissionais.
Diretor do SEPE-Caxias comenta proposta do governo:

98% das escolas estão paradas desde quinta-feira

Ato em frente a Secretaria Municipal de Educação. 16/05/2011. Foto: Fabio Pereira.

Um levantamento realizado pelo Sepe-Caxias, mostra que 98% das escolas municipais pararam totalmente as atividades desde a última quinta-feira e as que continuam em funcionamento o estão fazendo com menos de 20% dos profissionais em sala de aula.

Na quarta-feira, a direção do Sepe terá uma audiência com a equipe econômica da prefeitura, às 15h para mais uma rodada de negociações. A categoria vai fazer uma vigília na porta da prefeitura para acompanhar a audiência. Na quinta-feira, será realizada nova assembléia geral, no Clube dos 500 (Rua Marechal Deodoro 477 – Bairro 25 de Agosto – Centro de Caxias), a partir das 9h, para avaliar os resultados da negociação e decidir se a greve continua ou não.

Foto: Fabio Pereira

A assembléia aprovou o seguinte calendário de mobilização:

· 17/05, terça – Retorno às escolas para reunião com pais e alunos informando sobre a continuidade de greve;
· 18/05, quarta– Ato Vigília na Praça Roberto Silveira às 14 horas (Para acompanhar a audiência que irá acontecer com o governo);
· 19/05, quinta – ASSEMBLÉIA GERAL NO CLUBE DOS QUINHENTOS ÀS 9 HORAS;

Anúncios

4 Comentários

  1. 17 de maio de 2011 às 15:07

    […] Mais fotos e vídeos da assembléia de ontem(16) […]

  2. 19 de maio de 2011 às 20:56

    Terrível – como era de se esperar – a nota da prefeitura sobre a greve: http://www.caxiasdigital.com.br/blog/prefeitura-de-duque-de-caxias-se-pronuncia-sobre-a-greve-dos-professores/

  3. 21 de maio de 2011 às 4:05

    […] Mais sobre a assembleia da categoria e sobre a movimentação você pode conferir na cobertura do blog do Fabio Pereira. […]

  4. 25 de maio de 2011 às 23:02

    Pronunciamento

    (Do Senhor Deputado Chico Alencar, PSOL/RJ)

    Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados e todo(a)s o(a)s que assistem a esta sessão ou nela trabalham:

    Nesta terça-feira (24/05/11), o(a)s professore(a)s da rede municipal de educação de Duque de Caxias decidiram dar continuidade à greve que já abrange 98% das 176 escolas do município.

    O(a)s professore(a)s reivindicam 10% de reajuste; incorporação de 50% da gratificação do FUNDEB; melhores condições de trabalho – materiais pedagógicos e reformas nas escolas, além de outras demandas pedagógicas e de gestão democrática.

    Maria Tatiana Szaz, da Associação de Pais das Escolas Públicas de Caxias, em depoimento ao jornal O Dia (21/05/11), apoiou a greve: “Não deram o kit escolar, as salas estão superlotadas e os prédios em situação de ruína”.

    A prefeitura se nega a negociar para além de 5% de reajuste e declarou corte de ponto dos servidores.

    Duque de Caxias tem a segunda maior arrecadação no Estado do Rio, que está entre as maiores do Brasil. Todos os tributos arrecadados pela prefeitura no ano de 2010 tiveram reajustes superiores a 10%. Elevar os salários em apenas 5% significa arrocho salarial destes profissionais, pois sequer repõe a inflação do período: cerca de 6%.

    Ao que parece, não falta dinheiro no caixa da prefeitura, já que o Prefeito José Camilo Zito concedeu aos servidores de cargo comissionado aumentos de até 100%. O salário dos secretários municipais, por exemplo, passou de 9 mil reais para 15 mil – um acréscimo de mais de 66%. Os diretores de escola, indicados pelo prefeito, também tiveram um reajuste, esse ano, superior ao solicitado pelos professores.

    Parabéns aos professores de Caxias e ao Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação (SEPE), que têm demonstrado disposição para lutar pela melhoria da educação. Em todas assembléias eles têm mobilizado mais de mil professores! Um belo recado ao prefeito Zito para que trate as questões da educação com mais atenção.

    Agradeço a atenção,
    Sala das Sessões, 25 de maio de 2011.

    Chico Alencar

    Deputado Federal, PSOL/RJ


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: