Saúde frágil

O PSOL está coletando assinaturas para a instalação de umaCPMI da propina na saúde pública. O objetivo é investigar o esquema de propinas e fraudes envolvendo quatro empresas (Locanty, Toesa, Rufolo e Bella Vista) para obter contratos no setor. A denúncia foi exibida pelo programa Fantástico do último domingo (18/3). Assista ao pronunciamento de Chico Alencar.

CPI da Saúde, já!

Diante das denúncias de negociação de propinas e outras irregularidades envolvendo licitações públicas no Rio para a área da Saúde, Marcelo Freixo deu entrada, no dia 19/3, em Requerimento de Informações para a obtenção e posterior análise de cópias de todos os contratos realizados com o governo estadual pelas empresas Toesa, Locanty, Rufolo e Bella Vista. “Cancelar os contratos, como o governo anunciou que vai fazer, não basta. Se não houver nada de errado nas licitações do governo estadual, para que haver medo de uma CPI? O governo deveria ser o primeiro a querer a realização dessa CPI para que seja esclarecido todo e qualquer tipo de dúvida”, afirma Marcelo Freixo, que há dois anos deu entrada em pedido de apuração de denúncias na área da Saúde estadual no Tribunal de Contas do Estado (TCE). Leia mais

Assista ao pronunciamento de Marcelo Freixo aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: