Chuva em Xerém deixa mais de 1.000 desalojados e um mar de destruição

Foto: G1, imagem do helicóptero.

Foto: G1, imagem do helicóptero.

Já são 1.262 os desalojados pelas chuvas que castigam três regiões do estado desde a noite de quarta-feira. Segundo dados oficiais da Defesa Civil do estado, o transbordamento dos rios Saracuruna, Inhomirim e Capivari deixaram um morto e mil desalojados em Duque de Caxias. Em Angra dos Reis, na Costa Verde, oito casas desabaram e 74 pessoas estão desalojadas. Durante a chuva, cerca de 2 mil pessoas tiveram que deixar suas casas. Já foram enviados colchonetes e cobertores. O município está em estágio de emergência. Em Mambucaba, na mesma região, são cem desalojados e três feridos. No município de Mangaratiba, houve rolamento de pedras na Rio-Santos. No bairro de Constância, o desabamento de um muro destruiu uma casa, mas não houve feridos. Em Conceição de Jacareí, bombeiros tiveram que retirar moradores. As chuvas também desalojaram 172 moradores de 50 moradores em Teresópolis, e 40 em Petrópolis. (Fonte: O Globo)

SOLIDARIEDADE

Kits Cruz Vermelha

Vários locais já estão funcionando como ponto de coleta de doações para os desalojados de Xerém. A urgência é por água mineral, colchões, roupas de cama, roupas, alimentos não perecíveis, leite, fraldas descartáveis, brinquedos, materiais de limpeza e de higiene. Quem conseguir organizar kits, como os sugeridos acima, ajuda muito na organização e funcionalidade.

Veja o endereço mais próximo para que você doar e ajude também divulgando:

Secretaria de Assistência Social
Av. Brigadeiro Lima e Silva nº 1618, 25 de Agosto.
Tel: 2672-6652

SEPE – Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação, núcleo Duque de Caxias
Rua Conde de Porto Alegre, 131 (ao lado do Laboratório Sérgio Franco). 25 de Agosto.
Tel: 2671-1709

Motoclube Toca do Rato
Rua Belmonte, 34 – Pq. Fluminese
Tel: 3134-5324

Igreja Metodista Wesleyana Central de Mantiquira
Estrada Rio D’Ouro n° 11 – Mantiquira – Xerém.
Tel: 2679-1605

Igreja Batista Ebenézer – IBE

Rua Rio de Janeiro, lote 06 – quadra 03 – Parque Eldorado – Duque de Caxias.

Tel: 8737-7239

Escola Tabernáculo Educacional
Av. Manuel Duarte, 435 – Parque Lafaiete – Duque de Caxias
(Próximo da Igreja de São Pedro e ao Campo do Caladão)

Igreja Universal do Reino de Deus
Avenida Nilo Peçanha nº 699, Centro

A Catedral de Santo Antônio e a Igreja Nossa Senhora das Graças em Xerém também estão recolhendo.

 

Na cidade do Rio de Janeiro:
CAMTRA – Casa da Mulher Trabalhadora – Rua da Lapa, 180/806.

 

Em São João de Meriti:

Igreja Evangélica Vitória em Cristo

Rua Aparecida, 108 – Éden – São João de Meriti.

Tel:87648076

SOS Xerem SEPE Caxias

Anúncios

Duque de Caxias: 69 anos de emancipação!

Duque de Caxias emancipação

Hoje Duque de Caxias completa 69 anos de emancipação. Talvez o ano onde a cidade tenha menos o que comemorar em toda sua história, pela grave crise política que vivemos. Crise tem sua raiz na palavra sânscrita KRI, que significa limpar, desembaraçar e purificar. As palavras crisol (cadinho) e acrisolar (depurar, purificar, transformar) guardam o sentido originário do sânscrito. Por isso, 2013 tem um enorme potencial a ser gerado: o depurar e purificar a política, que depende, fundamentalmente, da nossa participação ‘cri-cri’ – crítica e criativa. O caos se estabeleceu pela nossa omissão, o novo é gerado primeiro dentro de nós e irradiado no entorno. Vamos construir uma nova cidade com maior participação, fiscalização dos eleitos, sugestão criativa e envolvimento com as boas lutas. Só assim nossa crise se transformará em novidade de vida.

Vamos juntos e um feliz ano novo!

Fabio Pereira

PSOL lança Ivanete para a sucessão municipal em Duque de Caxias

O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL-Caxias) confirmou sábado (30/06), em convenção Municipal, a candidatura da professora Ivanete da Silva à Prefeitura de Duque de Caxias

Deputado Marcelo Freixo, Ivanete e Fabio Pereira.
Foto: Renata Stuart.

O partido homologou, também, 30 candidaturas a vereador, para disputar a Câmara Municipal e estabeleceu como uma de suas principais tarefas a eleição de um vereador do PSOL na cidade.

Ivanete apresentou o manifesto “Duque de Caxias nas mãos do Povo: contra a corrupção e pela participação popular” – uma síntese para um novo tipo de governo na cidade – e salientou que o documento ainda está recebendo propostas, pois é das necessidades e da organização consciente dos duquecaxienses, que nascerá uma mudança verdadeira. São 50 pontos que darão início à construção de uma cidade onde são respeitados os direitos fundamentais, a partir de políticas públicas que visem melhorar radicalmente a qualidade de vida do povo e que se constitua como exemplo de Democracia Real.

Ivanete no ato contra o aumento das passagens de ônibus em Caxias

O PSOL entende que para o voto consciente da população, seria necessário que ocorresse pelo menos um debate, em cada distrito do município e critica o processo atual, que tem muitos nomes conhecidos da velha política, que estão vazios de ideias e propostas para a cidade.

A campanha para a prefeitura também acentuará a importância do combate à corrupção e aos privilégios dos políticos, chamando a população ao planejamento realmente democrático da cidade, a fim de garantir que os recursos públicos sejam destinados às demandas da maioria do povo. “Os secretários do governo do PSOL vão receber o salário médio do funcionalismo público municipal, vamos diminuir o número de cargos comissionados e reduzir o salário da prefeita”, afirma a pré-candidata. “Não podemos aceitar que nossa cidade arrecade cerca de 2 bilhões de reais e a gente veja lixo em toda a parte, saúde e educação de péssima qualidade. Para onde vai esse dinheiro todo? O povo precisa saber!”, questiona Ivanete.

A candidata ainda salienta que “o partido vai disputar voto a voto as eleições e que o PSOL constrói também nas ruas a transformação social, através dos movimentos vivos, nas boas lutas do povo, como a luta pela educação de qualidade e contra o aumento das passagens, por exemplo”.

Ivanete da Silva nasceu em 19 de novembro de 1967, em Duque de Caxias. É formada em Pedagogia, especialista em Orientação Educacional e Disciplinas Pedagógicas, é professora nas escolas da rede municipal de Duque de Caxias e no curso de formação de professores da rede estadual, em Nova Iguaçu. Iniciou suas atividades políticas ainda na adolescência, quando participou do Movimento Eclesial de Base, organizado pela Igreja católica, contribuindo com a organização da associação de moradores do Gramacho, em 1982. Em 1993, passou a atuar na Educação, à frente das lutas em defesa por melhores salários, condições de trabalho e saúde dos profissionais da Educação, assim como mais escolas e matrículas para as crianças e adolescentes em Duque de Caxias.  Em 2001, foi eleita para a direção do SEPE núcleo Duque de Caxias e, em 2003, passou a integrar também a direção do Sepe RJ.

Participou da fundação do PSOL com Heloísa Helena, Luciana Genro e Babá, quando foram expulsos do PT por se negarem a votar, contra o interesse dos trabalhadores, na reforma da previdência, encaminhada pelo Governo Lula, e por não aceitarem os escândalos de corrupção que envolveram o partido.

Desde 2010 lidera o movimento Contra o Aumento das Passagens de Ônibus, em Duque de Caxias e pela tarifa e bilhete único municipal, defendendo uma licitação pública para os transportes (que não existe em Caxias) que seja fruto de um Plano Diretor de Transportes feito com participação popular.

 

50 pontos do programa de governo para transformar Duque de Caxias:

“Duque de Caxias nas mãos do Povo: contra a corrupção e pela mudança”

1) Garantir a participação popular e a transparência nas decisões da prefeitura e na aplicação do dinheiro público. 2) Diminuir o número de cargos comissionados, reduzir o salário dos secretários municipais que passarão a  receber o salário médio do funcionalismo público municipal e reduzir o salário da prefeita. 3) Combater a corrupção e os desvios da verba pública, apoiando mecanismos de controle da sociedade. 4) Rever as políticas de isenção fiscal e combater a sonegação. 5) Aprovar o IPTU progressivo, isentando os mais pobres e aplicando taxas maiores para os grandes proprietários.

Funcionalismo público

“Respeito é bom e a gente gosta!”

6) Convocar concursos públicos para todas as áreas da administração, em especial na saúde e educação. 7) Acabar com a política de terceirização e garantir a pontuação por experiência desses trabalhadores nos concursos públicos. 8) Criar planos de cargos e salários para todas as carreiras da administração e fazer cumprir aqueles que já existem. 9) Combater o assédio moral e garantir condições dignas de trabalho para todos os servidores públicos.

Segurança Pública

10) Reformular o papel da Guarda Municipal e transformá-la em guarda cidadã, preventiva e não-armada. 11) Reforçar os laços da Guarda com a vida comunitária. 12) Acabar com as ações repressivas e a perseguição aos camelôs. 13) Implementar políticas que estimulem a cooperação e a solidariedade, reforcem a defesa dos direitos humanos e a cidadania em todas as áreas e órgãos da administração.

Saúde e Assistência Social

“Saúde é direito e não mercadoria!”

14) Garantir o mínimo de 15% do orçamento para a saúde. 15) Ampliar o Programa de Saúde da Família, atingindo todos os bairros. 16) Expandir a rede municipal de postos de saúde e tornar o acesso fácil a todo morador do município. 17) Assegurar todas as especialidades médicas em toda a rede de postos. 18) Criar o Programa Municipal de Humanização da Saúde, buscando um tratamento cada vez mais digno, eficiente e humano, imediatamente ampliando o número de leitos hospitalares disponíveis. 19) Combater a mortalidade materno-infantil e criar leitos de UTI neonatal na rede pública municipal. 20) Aprovar a eleição direta para diretores das unidades de saúde.

Educação cidadã de qualidade

“Lugar de criança é na escola!”

21) Restabelecer o mínimo de 35% do orçamento do município para a educação. 22) Ampliar a rede e garantir creche e escola para todas as crianças e adolescentes de 0 a 14 anos. 23) Aprovar a eleição direta para diretores. 24) Democratizar os conselhos escola-comunidade. 25) Cumprir o plano de carreira dos profissionais de educação, garantindo a total incorporação dos abonos e um calendário de pagamento até todo o dia 05 do mês para funcionários da ativa, aposentados e terceirizados.

Transporte barato, eficiente e sustentável

26) Acabar com o aumento anual das passagens de ônibus e buscar um estudo técnico e isento sobre qual deveria ser o valor justo da tarifa no município, implantar a tarifa com bilhete único municipal e abolir os microônibus; buscar a ampliação e melhoria do transporte de trem na cidade e lutar para que o metrô chegue até Duque de Caxias. 27) Criar um Sistema Cicloviário, com a construção de ciclovias, ciclofaixas, paraciclo e bicicletários, além de outros componentes menos utilizados, destinados à utilização da bicicleta como meio de transporte ou lazer com integração intermodal e maior segurança para o usuário. 28) Garantir o passe livre para estudantes, idosos, pessoas com deficiência, portadores de doenças crônicas e desempregados, com fiscalização permanente, multas e até cassação de licença para as empresas que desrespeitar esses direitos. 29) Criar a Empresa Municipal de Transportes Coletivos, com transparência e participação dos usuários na sua gestão.

Urbanismo e Habitação

“Pelo direito de todos à cidade!”

30) Implementar a Reforma Urbana, garantindo a aplicação dos instrumentos do Estatuto da Cidade. 31) Realizar a regularização fundiária em todo o município, com prioridade para as áreas historicamente mais abandonadas. 32) Aplicar o IPTU progressivo no tempo para as propriedades utilizadas para especulação imobiliária. 34) Criar as Zonas de Especial Interesse Social e Histórico, destinadas à moradia com qualidade social para a população de baixa renda, especialmente para as famílias que hoje se encontram em áreas de risco e preservar os prédios históricos da cidade. 35) Destinar recursos suficientes para a implantação de rede de saneamento básico em todo o município.

Meio Ambiente e Turismo

36) Articular a preservação ambiental com a promoção do turismo ecológico nas áreas da Reserva Biológica do Tinguá e do Parque Municipal da Taquara, bem como diminuir gradualmente os afetados pela indústria do petróleo e petroquímica. 37) Criar uma política municipal de turismo e preservação ambiental com foco na geração de emprego e renda das famílias das regiões protegidas, incentivando as micro e pequenas empresas familiares e estabelecendo parcerias com as universidades públicas e privadas de Duque de Caxias, financiando linhas de pesquisa e extensão para esse fim. 38) Ampliar o Programa de Educação Ambiental na cidade, que deve contar com recursos significativos, específico para esse fim e passando por todas as secretarias do governo. 39) Promover a inclusão dos catadores de resíduos sólidos, por meio da criação da Usina Municipal de Reciclagem de Resíduos Sólidos, o “Armazém das Utopias”, que aproveite e dignifique esses trabalhadores; bem como combater a poluição ambiental e abolir as isenções fiscais para empresas poluidoras, aprovar multas, impostos mais pesados para os poluidores e envolver o governo municipal em todos os debates e esforços para que todos os moradores tenham abastecimento de água e que o serviço seja sempre público e de qualidade social e ambiental.

Geração de Emprego e Renda

“Sem o seu trabalho, o homem não tem honra!”

40) Regularizar os trabalhadores da economia informal, com especial atenção para os camelôs, mototaxistas e transporte alternativo. 41) Incentivar as micro, pequenas e médias empresas locais, inclusive nas licitações da prefeitura, apoiar as iniciativas comunitárias de geração de emprego e renda com forte incentivo a economia solidária, desenvolvimento da economia local dos bairros e a inserção dos jovens no mercado de trabalho. 42) Criar frentes de trabalho para realização de obras públicas, garantindo condições de trabalho e salário dignos para seus integrantes.

Cultura, Esporte e Lazer

“A gente quer comida, diversão e arte!”

43) Garantir, no mínimo, 1% do orçamento para cultura e chegar até o final do mandato com 2% do orçamento e ampliar a verba do Fundo Municipal de Cultura. 44) Criar centros e lonas culturais em todas as regiões do município, garantindo opções variadas de lazer para toda a população e incentivar a produção cultural local. 45) Incentivar programas esportivos aliados à educação, voltados principalmente para os jovens.

Direitos Humanos

46) Criar um Programa Municipal de Tratamento de Dependentes Químicos elaborado com participação popular e de especialistas, com foco no combate ao ‘crack’ e a construção de um centro de internação humanizada para os casos mais graves, buscando sempre o tratamento que mantenha a rotina vida e vínculos familiares do paciente. 47) Implantar campanhas de combate ao racismo em todos os órgãos da administração e nos espaços públicos do município e estabelecer políticas públicas específicas para a população negra, que promovam o respeito à diversidade étnica, cultural e religiosa do nosso povo. 48) Desenvolver políticas públicas de combate a violências contra as mulheres e implantar o Centro de Orientação e a Casa-Abrigo para mulheres vítimas de violência. 49) Exigir e pressionar o governo do estado para melhorar o atendimento da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher já existente e para criar novas unidades. 50) Combater a discriminação contra os homossexuais.

LOCANTY: generosa com os podres poderes, impiedosa com os trabalhadores

Tenho recebido diversas denuncias de funcionários da LOCANTY aqui pela internet. Infelizmente, eles não podem se manifestar, pois seriam demitidos. As denuncias dizem que há atraso de férias (alguns com cerca de um ano de atraso no pagamento das férias!), cesta básica, e, mês passado, o salário foi pago com 13 (treze) dias de atraso. Muitos estão preocupados com o pagamento desse mês, já que a maioria depende do salário mínimo para sustentar suas famílias. Dona Maria da Esperança (nome fictício), denuncia que há comentários na escola que trabalha dizendo que esse mês não há previsão de data de pagamento. Dona Maria mora só com a filha que sustenta e diz que se sente humilhada e desrespeitada em seu direito. Não protesto em relação a prefeitura, pq essa não tem vergonha e compromisso público. Meu apelo é que a Delegacia Regional do Trabalho e a Justiça possam se mexer.

Cidade para pessoas: ciclovias como transporte prioritário

Eleições chegando e qual a proposta de política pública de transporte do seu candidato(a)?

Gostaria de provocar você a uma reflexão. Veja esse breve vídeo, ele pode mudar radicalmente a qualidade de vida de nossa cidade:

Concurso Caxias em 1 minuto

Abrindo as comemorações de seus dez anos de atividade, o cineclube Mate Com Angu acaba de lançar o concurso Caxias em 1 Minuto, aberto a quem quiser inscrever filmes que abordem esteticamente a cidade de Duque de Caxias dentro de sessenta segundos.

As inscrições vão de 15 de junho a 15 de julho de 2012 podendo participar qualquer pessoa residente na cidade ou não.Os vídeos podem ser captados em qualquer formato desde que seja possível disponibilizá-los nas condições técnicas necessárias para compartilhamento via serviços de vídeo pela Internet (youtube, vimeo, iteia, videolog etc).

O vídeos inscritos no Caxias 1 Minuto concorrerão a prêmios em dinheiro e brindes audiovisuais, e serão escolhidos através de voto aberto a partir do dia 16 de julho.

A premiação acontecerá no dia 25 de julho na festa de comemoração dos dez anos do coletivo audiovisual.

O regulamento e as inscrições estão no endereço

http://www.matecomangu.org/

Cultura é tema do movimento Caxias de Cara Nova

Movimento debaterá a situação da Cultura em Duque de Caxias e políticas públicas para a área.

No Dia do Cinema Brasileiro, bate papo sobre cultura, com projeção de curtas, nessa terça, 19/06, 19h, no SEPE – Rua Conde de Porto Alegre, 131 – 25 de Agosto (próximo a Praça Roberto Silveira, na calçada da Cultura Inglesa). Entrada franca.

Oficina gratuita: O papel social da fotografia, com João Laet, fotógrafo do Jornal O Dia

O papel social da fotografia

Como usar a fotografia como instrumento de denuncia, cidadania e conquista de direitos

Oficina com

: :João Laet: :

[Fotógrafo,  Jornal O Dia]

Sábado, 19/05, das 9h às 14h

Entrada Franca

 

No Sepe: Rua Conde de Porto Alegre, 131 – 25 de Agosto – Duque de Caxias

 # Noções básicas da história da fotografia, fotojornalismo, enquadramento, luz e outras técnicas

# Trabalho de campo

Para participar é preciso enviar os dados abaixo somente até quinta-feira (17/05) para o email caxiasdecaranova@gmail.com :

> Nome completo

> Endereço completo – rua, número, bairro, cidade e CEP.

> Instituição e/ou movimento social

> Telefone residencial

> Celular

> Endereço eletrônico (email)

> E responder a pergunta: Porque você deseja fazer essa oficina?

Só receberemos inscrições até a meia noite de quinta-feira (17/05). Na sexta mandaremos mensagem – email e torpedo (sms para o celular) confirmando os inscritos e os que não foram inscritos. Os critérios para quem vai participar (apenas 30 vagas):

1) morador de Duque de Caxias;

2) quem deu CERTEZA de comparecimento;

3) relevância social do inscrito;

4) ordem de inscrição.

Três pessoas do movimento vão analisar as inscrições e definir – caso haja mais de 30 pessoas inscritas – orientadas pelos critérios: Fabio Pereira, Merlyn Santos e Tadeu Lima.

É necessário levar o equipamento que você utiliza para fazer fotos: celular, câmera portátil ou câmera profissional.

Das 11 às 14h faremos um trabalho de campo, circulando por alguns pontos: Praça Roberto Silveira > passarela do Mercado Municipal > Praça do Pacificador / Teatro Raul Cortez > Estátua do Zumbi dos Palmares > Estação Ferroviária > Retorno ao Sepe.

Vamos separar duas fotos de cada pessoa para publicação na página no Facebook do Caxias de Cara Nova.

Opcional: Quem quiser pode se programar para ficar até mais tarde. Às 14h sairemos para almoçar e às 15h retornaremos ao Sepe para analisar todas as fotos de quem fotografou e fazer comentários mais detalhados.

Os certificados serão fornecidos às 14h. Carga horária total: 5 horas.

30 de abril: Dia da Baixada Fluminense!

Um viva a Baixada Fluminense!
30 de Abril, #DiadaBaixadaFluminense

———————

FIQUE LIGADO!
Dia 12 de Maio, sábado, acontece no Sindiquímica, em Duque de Caxias, o CURSO SOBRE A HISTÓRIA DE DUQUE DE CAXIAS. “CONHECENDO NOSSA CIDADE.”

Informe-se: caxiasdecaranova@gmail.com

Eles perderam a vergonha: vereadores de Duque de Caxias alugaram carros superfaturados, diz relatório do TCE

Vereadores de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, Região Metropolitana do Rio, pagaram quatro vezes mais do que o valor de mercado pelo aluguel de carros oficiais, alguns deles de luxo, segundo relatório do Tribunal de Contas do Estado (TCE) aprovado por unanimidade nesta terça-feira (24).

Além do superfaturamento, denunciado pelo Fantásticono mês passado, o documento também aponta indícios de fraude na licitação, vencida pela Locanty. A empresa é investigada pela Polícia Federal por suspeita de pagar propina para conseguir contratos com a administração pública. Pelos cálculos do TCE, mais de R$ 600 mil foram desperdiçados, como mostra reportagem do RJTV.

saiba mais

O Tribunal determinou a devolução do dinheiro aos cofres públicos e considerou as despesas dos vereadores ilegítimas, ilegais e antieconômicas.

O relator do processo, conselheiro José Maurício Nolasco, resumiu o que foi encontrado durante a investigação: “Nós estamos diante de fatos escabrosos. Tem alguns aspectos aqui de verdadeiras mentiras que foram colocadas e que eu as tenho aqui para provar a verdade”.

Superfaturamento
A auditoria analisou o processo de licitação e o contrato entre a Câmara Municipal de Duque de Caxias e a empresa Locanty para aluguel de carros aos vereadores. A suspeita de superfaturamento foi denunciada pelo Fantástico no fim de março.

Pelo contrato, cada carro saiu por R$ 6.900,00 por mês. Mas, segundo os técnicos do TCE, o valor de mercado dos veículos é de R$ 2.582,00, incluído o combustível. Se for excluído o custo do combustível, o valor sai por R$ 1.646,00.

O total pago pela locação de 117 carros em nove meses foi de R$ 807.300,00. Nas contas do Tribunal, o aluguel deveria ter saído por menos de R$ 200 mil, uma diferença de 319%, ou quase R$ 615 mil pagos a mais pela Câmara.

Veículos de luxo
Entre os veículos escolhidos pelos vereadores, havia caminhonetes de luxo como Amarok, Hilux e Pajero. Os veradores, os funcionários e as empresas envolvidas na licitação terão 30 dias para se defender.

“Eu espero que as autoridades, principalmente o Ministério Público, tomem as providências devidas enquanto nós aqui somos obrigados a aguardar o sagrado direito da defesa para acabarmos de concluir esse processo”, afirmou o conselheiro José Maurício Nolasco.

O TCE também aprovou nesta terça (24) uma nova investigação na Câmara dos Vereadores de Duque de Caxias, desta vez no contrato de limpeza. Segundo os conselheiros, o valor pago pela limpeza do prédio é maior do que o gasto do próprio Tribunal com a manutenção de cinco edifícios.

Em nota, a Câmara de Duque de Caxias informou que ainda não foi notificada pelo Tribunal, mas adiantou que o contrato foi feito dentro da lei.

A Locanty também informou que ainda não foi comunicada oficialmente pelo TCE.

Fonte: http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2012/04/vereadores-de-caxias-alugaram-carros-superfaturados-diz-relatorio-do-tce.html

Grupo Colher de Samba retoma projeto de MPB, nesse sábado, na Praça do Bar dos Cavaleiros, Duque de Caxias

 

Venha se deliciar com lindas canções de grandes mestres da MPB como Cartola, Noel Rosa, Pixinguinha, Assis Valente, Chico Buarque, Dona Ivone Lara, Paulinho da Viola e muitos outros…

Dia: 24 de Março, sábado, 19 horas.

Local: Praça do Bar dos Cavaleiros.

(Av. Nilo Peçanha – Ponto final do ônibus 21 de Abril – Bar dos Cavaleiros)

Apoio Cultural

Professor denuncia falta d’água na Escola Municipal Aquino de Araújo, em Duque de Caxias

Infelizmente, a falta d’água nas escolas da rede municipal de ensino de Duque de Caxias já é rotina. O professor Maurício, da Escola Municipal Aquino de Araújo, denuncia a situação que vivem desde o ano passado. Essa situação é a mesma de muitas outras escolas da rede e de milhares de cidadãos duquecaxienses.

Curso de teatro gratuito em Duque de Caxias

‘A Mandrágora’ foi o espetáculo final, no Teatro Raul Cortez, da turma que fez o curso em 2011 sob a liderança do diretor Ediélio Mendonça.

OBS: Esse curso teve início em março de 2012 e NÃO SEI INFORMAÇÕES de quando haverá novamente. Para maiores informações, por favor, procurar o professor Ediélio Mendonça na Câmara Municipal de Duque de Caxias. Por isso, NÃO ADIANTA DEIXAR COMENTÁRIOS PERGUNTANDO PELO CURSO, vá direto na Câmara Municipal de Duque de Caxias, no setor Instituto Histórico da Câmara e se informe lá. Obrigado!

 

PONTO DE CULTURA

ASSOCIAÇÃO DOS AMIGOS DO INSTITUTO HISTÓRICO

Projeto TECENDO AS AÇÕES NO PRESENTE. CONSTRUINDO A CIDADANIA DO FUTURO.

‘A Mandrágora’, espetáculo realizado no Teatro Raul Cortez em 2011. Foto: Fabio Pereira.

OFICINA “TEATRO E TRANSFORMAÇÃO SOCIAL”

Oficina de teatro com apresentação de espetáculo no mês de agosto.

‘A Mandrágora’, espetáculo realizado no Teatro Raul Cortez em 2011. Foto: Fabio Pereira.

Local para Inscrições Gratuitas:

Instituto Histórico da Câmara Municipal de Duque de Caxias

Rua Paulo Lins, 41 – Subsolo

Jardim 25 de Agosto – Duque de Caxias

AULAS 2012

Dias: terças e/ou quartas-feiras, das 18 às 20h.

Professor: Ediélio Mendonça

Para reservar sua inscrição, escreva para

institutohistorico@cmdc.rj.gov.br ou para asamih@hotmail.com

OBS: Esse curso teve início em março de 2012 e não sei informações de quando haverá novamente. Para maiores informações, por favor, procurar o professor Ediélio Mendonça na Câmara Municipal de Duque de Caxias.

Cada dia uma agonia nos transportes em Duque de Caxias

09/02/2012, ponto final do Caxias-Parque Eldorado

 

Foto: Fabio Pereira

Essa linha tem um único ônibus circulando, ou seja, sai de hora em hora do ponto final.

Foto: Fabio Pereira.

Ontem, muitas pessoas esperavam na grande fila e já estavam a cerca de 2 horas esperando um ônibus sair, embaixo de um sol escaldante.

Perguntei ao fiscal qual era o problema, já que ter ônibus apenas de hora em hora já era um escândalo.

Ele me respondeu que não tinha motorista. Dai, perguntei novamente para ele se aqueles 2 ônibus ali parados vieram de reboque. O fiscal calou-se, nem se importou com minhas reclamações. Ele sabe que nessa cidade o governo é frouxo pra peitá-los.

10/02/2012, no Engenho do Porto

Foto: Fabio Pereira.

Um ônibus quebrou e os passageiros foram obrigados a esperar um outro.

Além de cobrar um valor de passagem absurdo para andar uma pequena distância, ainda colocam ônibus ruins, barulhentos e obrigando os trabalhadores, já cansados de suas rotinas e tarde da noite, a penar ainda mais. Eles fazem isso nessa cidade porque sabem que o governo é frouxo pra peitá-los.

Escolas municipais de Duque de Caxias em situação caótica

Programa Brasil Urgente Rio, da Rede Bandeirantes de TV, exibiu matéria sobre a situação caótica das escolas em Duque de Caxias, no dia 08/02/2012. As Escolas Municipais Visconde de Itaboraí, Montese e Santo Amaro foram os exemplos das muitas unidades escolares que estão em situação precária na cidade. Veja o vídeo:

Ato pacífico contra aumento das passagens domingo, 11/03, em Santa Cruz da Serra, Duque de Caxias

Ato pacífico contra o aumento das passagens de ônibus:

Domingo agora, 11 de março,  às 9h30, no centro de Santa cruz da Serra, em frente ao nº 47 (drograrias Pacheco, rua da feira).

Leve seu cartaz e sua indignação!

Vamos juntos! 🙂

Conferência Municipal de Transparência e Controle Social

A Sociedade Civil Organizada juntamente com a Prefeitura Municipal de Duque de Caxias vem tornar publico que estão em andamento os preparativos para a 1ª Conferencia Municipal de Transparência e Controle Social, cujo tema é “A Sociedade no Acompanhamento e Controle da gestão Pública”.

 

O evento será realizado em duas etapas, sendo a primeira dia 11 de fevereiro de 2012 na Unigranrio e a segunda dia 15 de fevereiro no Plenário Vilson Campos de Macedo na Câmara Municipal de Duque de Caxias.

Durante a primeira etapa serão discutidos os eixos temáticos, que são:
Eixo1: Promoção e transparência pública e acesso à informação e dados públicos;
Eixo 2: Mecanismos de controle social, engajamento e capacitação da sociedade para o controle da gestão publica;
Eixo 3: a atuação dos conselhos de políticas publicas como instancias de controle;
Eixo 4: Diretrizes para a prevenção e o combate a corrupção.

Na segunda etapa, além de palestras em torno do tema, também deverão ser aprovadas as propostas deliberadas a partir da primeira etapa e eleitos os delegados que deverão representar o município de Duque de Caxias na etapa estadual. Vale informar ainda, que a conferencia é formada por 10% de representantes dos conselhos de políticas públicas, 30% de representantes do poder público e 60% de representantes da sociedade civil.

A comissão organizadora vem se reunindo todas as segundas-feiras no Instituto Histórico, localizado no subsolo da Câmara Municipal de Duque de Caxias às 10 horas da manhã. A Câmara de Vereadores fica na Rua Paulo Lins, N.º 41, Centro, Duque de Caxias, RJ.

Para inscrever-se acesse o link – http://www.ongpromoverbrasil.blogspot.com/2012/01/formulario-de-inscricao-de-participacao.html

www.consocial.cgu.gov.br.

http://www.institutoevandrobrasil.blogspot.com/

REGIMENTO INTERNO DA CONSOCIAL DUQUE DE CAXIAS

Fonte: http://www.caxiasdigital.com.br/

Manifestação contra o caos na gestão Zito em Duque de Caxias

Ato promete reunir inúmeras insatisfações da população na educação, transportes e recolhimento do lixo, por exemplo

Prefeitura de Caxias não paga férias e SEPE convoca manifestação!

SEPE convoca profissionais da educação e demais servidores para protesto na próxima segunda feira.

Diante de mais um desrespeito da prefeitura de Caxias para com seus servidores (o não pagamento do terço de férias), o Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação está convocando um ato de protesto para a próxima segunda feira, dia 06 na Praça Roberto Silveira, no centro de Duque de Caxias.

Depois de atrasar o pagamento de dezembro, divulgar que o pagamento de janeiro só será feito nos dias 06 07 e 08 de fevereiro, a PMDC informou que não fará o pagamento das férias aos profissionais da educação. Além disso, os funcionários das firmas vivem um verdadeiro mar de incertezas: o pagamento de dezembro atrasou, o décimo terceiro ainda não saiu (alguns receberam apenas parte dele) e não há qualquer previsão para o pagamento de janeiro. Enquanto isso, a cidade está sem coleta de lixo, com a saúde pública sem recursos e as escolas sem as prometidas obras. Mesmo com todo este caos, o prefeito Zito autorizou mais um aumento no preço das passagens, provavelmente em retribuição aos brinquedos “doados” pelas empresas de ônibus para serem distribuídos nas escolas em dezembro.

Não podemos ficar parados! Precisamos nos juntar a população que está indignada pelas ruas e demonstrar publicamente toda nossa insatisfação. Não vamos pagar a conta pela má administração do governo Zito. Duque de Caxias tem dinheiro! A prefeitura tem obrigação de explicar onde está gastando os mais de 2 bilhões de orçamento público.

Além da manifestação, o SEPE prepara uma ação para cobrar o pagamento imediato das férias e uma representação no TCE questionando os contratos com as firmas que deixam trabalhadores sem pagamento.

 

Todos à Praça Roberto Silveira, segunda, dia 06, às 16 horas. Ato em defesa dos servidores municipais e contra a má administração pública em Caxias!

 

 

Passageiros de Duque de Caxias reclamam do preço dos ônibus municipais

RJ-TV da Globo pauta luta contra aumento das passagens em Duque de Caxias:

Tem linha que cobra um valor mais caro dentro do município do que para a Central do Brasil. O gasto no transporte público pesa no bolso da população. Além disso, muito veículos estão com pneus carecas e mau conservados.  A matéria foi exibida no RJ-TV, 1ª edição, de 17/01/2012.

« Older entries